NOTíCIAS
09/2015
Jovens Cientistas Brasileiros são premiados no Palácio do Planalto nesta Terça-feira (15), às 11h

Na próxima terça-feira, 15 de setembro, pesquisadores brasileiros, do ensino médio ao doutorado, que desenvolveram soluções inovadoras sobre o tema "Segurança Alimentar e Nutricional" recebem, no Palácio do Planalto, o XXVIII Prêmio Jovem Cientista. A cerimônia acontece às 11h.



Projetos do Ceará, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo foram vencedores desta edição do Prêmio, que tem o propósito de incentivar a pesquisa e a inovação no País e é considerado um dos mais importantes reconhecimentos aos cientistas brasileiros.



Participam da cerimônia a presidenta Dilma Roussef, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, José Aldo Rebelo Figueiredo, e realizadores e patrocinadores da premiação: o presidente do CNPq, Hernan Chaimovich; o presidente da Fundação Roberto Marinho, José Roberto Marinho; a vice-presidente do Conselho do Instituto Gerdau, Beatriz Gerdau Johannpeter; e o vice-presidente para assuntos corporativos e sustentabilidade da BG Brasil, Paulo Macedo.



Entre os trabalhos contemplados estão um produto que permite ao consumidor identificar fraudes no leite; um modelo inovador de agricultura urbana, que oferece um sistema sustentável de produção e aproxima os consumidores dos produtores; e um estudo sobre a castanha-do-brasil como fonte de suplementação de selênio para idosos, que se revela importante aliado na prevenção do Mal de Alzheimer.



O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, e conta com o patrocínio da Gerdau e da BG Brasil.



SERVIÇO
Cerimônia de entrega do XXVIII Prêmio Jovem Cientista

15 de setembro de 2015, às 11h

Palácio do Planalto

Brasília - DF


07/2015
Reunião Anual da SBPC na UFSCar de 12 a 18/jul/2015: Tema: "Luz, Ciência e Ação".

"Luz, Ciência e Ação" é o tema central da 67ª. Reunião Anual da SBPC, alusivo ao Ano Internacional da Luz, que em 2015 é celebrado em diversos países.
O evento é aberto ao público: As programações podem ser assistidas gratuitamente pelos visitantes, sem a necessidade de inscrição (exceto os minicursos, cujas vagas são limitadas).

Destaque
Sessão de Abertura: Todos os interessados e congressistas estão convidados! O acesso é livre e, ao seu término, está prevista a apresentação de uma atividade cultural.
Data: 12/07, domingo, 18h.
Local: BAZUAH CENTRO DE EVENTOS - Av. Getúlio Vargas, 1690 – Jardim São Paulo - São Carlos/SP.
Atenção: O local é situado fora do campus. Guarde bem o endereço do Centro de Eventos acima.

Programações:
Programação Científica / Grade de horários / Mapa das atividades/ Mapa da região
Sessão de Pôsteres / Nº do Pôster / Mapa da sessão / Índice
SBPC Indígena
SBPC Inovação
ExpoT&C
SBPC Jovem
SBPC Cultural
Dia da Família na Ciência - No sábado, 18/7, será realizado o "Dia da Família na Ciência", que contará com diversas programações voltadas para interação com a comunidade, mostrando que a ciência faz parte do dia a dia das pessoas.
Local: Tendas da ExpoT&C e da SBPC Jovem.

 



Matrícula em Minicurso e/ou Inscrição na Reunião

Minicursos da Programação Científica
:
Quem já estiver com a inscrição efetivada na 67ª Reunião Anual ou JNIC (Estudantes do Ensino Básico ou Superior, Professores, Pesquisadores ou outros profissionais) poderá optar pela matrícula em um minicurso, mediante vaga disponível e o pagamento da taxa de matrícula. Consulte: Normas de matrícula e lista de minicursos.

Estudantes do Ensino Básico (exclusivamente) também têm a opção de matrícula em um minicurso ou oficina da SBPC Jovem: Mais informações.

Inscrição na 67ª Reunião Anual:
Os interessados podem optar pela inscrição online até 06/07, lembrando que o evento é aberto ao público (exceto minicursos). Consulte as Normas, taxas e ficha de inscrição.



Atendimento da Secretaria da SBPC / Credenciamento

Local: UFSCar - Biblioteca Comunitária
Datas e horários:
12/07, domingo, das 10h às 16h
13/07, segunda-feira, das 8h às 16h
14/07, terça-feira, das 7h às 16h
15/07, quarta-feira, das 9h às 16h
16/07, quinta-feira, das 9h às 16h
17/07, sexta-feira, das 9h às 14h

Conheça mais informações da UFSCar: http://www.sbpc.ufscar.br/

 


12/2014
Prêmio Jovem Cientista na estrada

Data da Notícia: 11/12/2014
A equipe do Prêmio Jovem Cientista visitou 215 escolas de 16 estados do país para apresentar o tema "Segurança Alimentar e Nutricional" e as novidades da edição deste ano

Nos últimos três meses, a equipe do Prêmio Jovem Cientista colocou o pé na estrada para apresentar a 28ª edição em 16 estados brasileiros - Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Tocantins. A equipe expôs o tema deste ano, Segurança Alimentar e Nutricional, em 215 instituições da rede pública e privada de ensino e conversou com professores e estudantes sobre as inscrições, os formatos de trabalho e as webaulas, novidade nesta edição, que abordam as linhas de pesquisa direcionadas ao Ensino Médio.

Para o coordenador do Prêmio Jovem Cientista na Fundação Roberto Marinho, Felipe Fernandes, as visitas são fundamentais para estreitar relacionamento com as escolas e entender suas necessidades. "O contato pessoal, ao vivo, aproxima as instituições do prêmio, que se materializa como uma oportunidade real, concreta e possível para os estudantes", afirma. "Facilitam a inclusão do tema do Prêmio no planejamento pedagógico das escolas e permitem que a gente tenha um retorno sobre estas atividades", completa.

Aliadas às ações virtuais do Prêmio Jovem Cientista, que ampliam a capilaridade e o alcance da iniciativa, as visitas presenciais também representam uma ferramenta de mobilização nas escolas. A proximidade física com a equipe permite o diálogo e a troca com estudantes e professores, gerando um engajamento positivo com a Ciência e o tema da edição. Durante as visitas, as instituições são orientadas, principalmente, a voltar o olhar para os desafios cotidiano, identificando soluções simples e viáveis.

Para definir os estados que serão visitados é feita uma análise das inscrições dos anos anteriores. A intenção é levar o Prêmio Jovem Cientista para estados que ainda não conhecem a iniciativa, ou ainda participam pouco. "Temos a preocupação de selecionar instituições que já são parceiras do Prêmio, para fortalecermos ainda mais essa relação, mas também aquelas que ainda desconhecem as oportunidades oferecidas", explica Felipe. "Muitas vezes recebemos pedidos de visitas pelas redes sociais e, sendo possível, agendamos com gestores e professores das instituições".

Antes de serem visitadas, algumas escolas já estavam mostrando preocupação com a qualidade dos alimentos das cantinas, trabalhando com hortas sustentáveis e com produtos da comunidade que podem trazer benefícios à saúde. No Colégio Objetivo, no Tocantins, alguns alunos começaram a trabalhar o tema antes mesmo de serem divulgadas as linhas de pesquisa. "Em 2012, uma de nossas alunas foi premiada com um trabalho sobre cidades sustentáveis. Desde então, participamos do Prêmio. Tocantins apresenta uma mistura de Cerrado com Mata Atlântica, o que confere muita diversidade ao estado. Alguns alunos estão trabalhando com esta temática para a atual edição", conta a coordenadora do Ensino Médio, Renata Lucena. "Quando falamos em projeto científico, os alunos se assustam e acham que é algo muito difícil. A equipe do Prêmio Jovem Cientista os ajuda a entender como funciona", completa.

O professor de Química, Wagner Moreira Pinheiro, que leciona no Colégio La Salle, em Brasília, orienta trabalhos para o Prêmio Jovem Cientista há quatro anos. "Meu primeiro contato com a pesquisa foi ainda jovem, quando participei da Ciranda da Ciência. Depois disso, vi a importância de formar jovens pesquisadores e, por isso, todos os anos, estimulo meus alunos a participarem do Prêmio", revela. Neste ano, a equipe visitou a escola pela primeira vez para reforçar ainda mais o trabalho que já é realizado e acompanhar de perto tudo o que é feito. "Depois do encontro, os professores se reuniram para que o material da visita fosse compartilhado com todos. Na escola, o Prêmio virou projeto de iniciação científica para os alunos do Ensino Médio", diz.

As visitas presenciais plantam a semente da pesquisa

A consultora do Prêmio Jovem Cientista, Eloísa Aquino, defende que as visitas incentivam o desenvolvimento de pesquisas científicas desde o nível médio, estimulando também a busca por soluções para desafios locais. "As visitas presenciais ajudam muito a plantar a semente do gosto pela pesquisa", conta. Neste ano, a passagem da equipe pelas escolas também ajudaram a identificar carências em relação á pesquisa científica e, assim, promover o intercâmbio de conhecimento e habilidades entre as instituições. "Estamos incentivando e facilitando a troca de melhores práticas entre as escolas e orientadores. Desse modo, as habilidades que se destacam como mobilização, pesquisa de campo e levantamento de temas regionais podem ser compartilhadas entre as instituições e os educadores, que passam a se ajudar", explica o coordenador do Prêmio, Felipe Fernandes.

Na Escola Bom Jesus Sevigne, em Porto Alegre (RS), as visitas do Prêmio Jovem Cientista abriram caminho para o engajamento de toda a escola na pesquisa científica. No mesmo ano em que conheceram o Prêmio, a instituição lançava o Projeto de Iniciação Científica de Estudos e Pesquisas (CEP). "Os temas propostos pelo Prêmio são os principais referenciais para o desenvolvimento de trabalhos no nosso Projeto de Iniciação Científica. Cada uma das 30 unidades do Bom Jesus tem um professor orientador. O professor recebe uma bolsa de auxílio à pesquisa científica e, dessa forma, a escola busca incentivar a equipe pedagógica a desenvolver um espírito de liderança nessa área", explica a gestora da instituição, Dirce Maria Kossar.

Para ela, as visitas aproximam a escola dos representantes do Prêmio, promovendo a participação da comunidade escolar. "A equipe oferece argumentos que motivam ainda mais os alunos a participar do Jovem Cientista. As propostas vão ao encontro das atividades do Grupo Bom Jesus, que acredita que o objetivo da pesquisa científica é preparar o jovem para enfrentar os desafios do ensino superior, antecipando determinados processos de desenvolvimento científico que seriam estudados apenas na universidade", afirma.

O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, e conta com o patrocínio da Gerdau e da BG Brasil. Criado em 1981, a iniciativa é um dos mais importantes reconhecimentos aos cientistas brasileiros, tem o objetivo de incentivar a pesquisa no país e reconhecer jovens talentos nas ciências. O tema da edição deste ano é "Segurança Alimentar e Nutricional".

11/2013
Estudante vencedor de prêmio do CNPq será homenageado na Alepa

Data da Notícia: 21/11/2013
Veículo: Assembléia Legislativa do Estado do Pará
Autor: Ascom/ Dep. Nilma Lima.

O estudante paraense Edivan Nascimento, de 17 anos, vencedor do 27º Prêmio Jovem Cientista, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), receberá a Medalha de Honra ao Mérito na Assembleia Legislativa do Pará. A homenagem foi solicitada pelas Deputadas Ana Cunha (PSDB) e Nilma Lima (PMDB).
O jovem recebeu o prêmio por ter desenvolvido o melhor trabalho científico entre os inscritos na categoria "Estudante do Ensino Médio". Sob a temática "água: desafios da sociedade", o estudante paraense trabalhou em uma pesquisa sobre a transformação do caroço do açaí em um tipo de carvão capaz de filtrar e purificar a água, tornando-a apropriada para o consumo.
Edivan é natural do município de Moju, local de atuação parlamentar da Deputada Nilma Lima. "A nossa homenagem é pelo empenho desse jovem em querer transformar a realidade dos moradores de seu próprio município", ressaltou a deputada.
A sessão solene em homenagem ao estudante será realizada em dezembro, no plenário da Alepa. Edivan receberá a Medalha de Honra ao Mérito junto com outras personalidades paraenses que se destacaram, em 2013, pelos serviços prestados ao Estado do Pará.

08/2013
65ª REUNIãO ANUAL DA SBPC - UFPE - 21 a 26 de Julho 2013
Ciência para o Novo Brasil?


ATIVIDADES REALIZADAS - PRêMIO JOVEM CIENTISTA

21-07-2013 | Abertura da SBPC | UFPE | Centro de Convenções | 19 horas

- Lançamento do XXVII Prêmio Jovem Cientista - Tema: água: Desafios da Sociedade - Presidente do CNPq.



22-07-2013 | 15h - 16h50 | UFPE | Auditório ExpoT&C

Coodenador: Prof. Ildeu de Castro Moreira (UFRJ)

- Apresentação dos 03 agraciados com o XXVI PRêMIO JOVEM CIENTISTA - Inovação Tecnológica nos Esportes - 2012:

Categoria Graduado

1º lugar: RODRIGO GONçALVES DIAS, da Universidade de São Paulo (USP) - Instituto do Coração (InCor), doutor em Biologia Funcional e Molecular, tendo como orientador o Prof. Carlos Eduardo Negrão, com o trabalho intitulado: "Avanços em genômica para o diagnóstico e terapêutica de lesões para o esporte: mecanismos moleculares da variante g894t do gene óxido nítrico sintase endotelial (eNOS) e transcriptoma do esporte.".


Categoria Estudante do Ensino Superior

1º lugar: PRISCILA ARIANE LOSCHI da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), curso de Design de Produto, tendo como orientadora a Profª Eliane Ayres, com o trabalho intitulado: "Materiais de mudança de fases aplicados no design de tecidos inteligentes".


Categoria Estudante do Ensino Médio

1º lugar: JOãO PEDRO VITAL BRASIL WIELAND, do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tendo como orientadora a Profª Maria de Fátima Galvão, com a pesquisa: "Aplicativo de celular para controlar o exercício físico". Rio de Janeiro - RJ

 


23-07-2013 | 9h às 10h | Centro de Convenções

Reunião dos Coordenadores do PIBIC e PIBITI das universidades (180):

- Apresentação do XXVII Prêmio Jovem Cientista, tema: água - desafios da sociedade

- Depoimentos dos 03 agraciados do XXVI PRêMIO JOVEM CIENTISTA - Tema: Inovação Tecnológica nos Esportes - edição 2012



24/07/2013 - ESTANDE DO CNPq - ExpoTC

Apresentação de pôster pelos agraciados do PJC.

 

 

07/2013
CNPq divulga o Prêmio Jovem Cientista em 5 universidades

O CNPq lança o XXVII Prêmio Jovem Cientista, com o tema "Água - Desafios da Sociedade" em cinco universidades federais. A premiação consiste de R$700 mil em bolsas de estudo, quantia em dinheiro, laptops e visitas aos laboratórios e fábricas da GE. As inscrições estão abertas até 30/AGOSTO e estão dirigidas aos estudantes do ensino médio, estudantes de graduação, mestres e jovens doutores". www.jovemcientista.cnpq.br


AGENDA:


06/AGOSTO
Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
AUDITóRIO DA REITORIA "PROFESSOR MILTON PAIVA"
HORáRIO: 9h
Universidade Federal da Bahia (UFBA)
AUDITóRIO INSTITUTO DE MATEMáTICA - CAMPUS ONDINA
HORáRIO: 9h30


12/AGOSTO
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Auditório da DGA - Administração Central - Rua da Reitoria
HORáRIO: 15h


14/AGOSTO
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
AUDITóRIO A102 - CAD 2
HORáRIO: 15h


15/AGOSTO
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Auditório da Faculdade de Arquitetura - Rua Sarmento Leite, 320 - térreo - Campus Centro
HORáRIO: 10h



Consulte o website: www.jovemcientista.cnpq.br

 

 

07/2013
CNPq apresenta o Prêmio Jovem Cientista na UnB

Lançamento do XXVII Prêmio Jovem Cientista - "água: desafios da sociedade"
Universidade de Brasilia (UnB)
Data: 16 de julho de 2013
Horário: 10h
Local: UnB - Auditório do Deptº de Engenharia Civil da Faculdade de Tecnologia




Programação:

1)Abertura: Decano de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade de Brasília (UnB), Professor Jaime Santana e pela coordenadora do PIBIC da UnB, Professora Heloisa Salles.


2)Apresentação do XXVII Prêmio Jovem Cientista, cujo tema é "água - desafios da sociedade", pelo Diretor de Engenharias, Ciências Exatas, Humanas e Sociais do CNPq, Dr. Guilherme Sales Soares de Azevedo Melo.



3) Depoimento do Prof. Gilberto Lacerda Santos, da Faculdade de Educação da UnB sobre os impactos positivos do Prêmio Jovem Cientista em sua carreira acadêmica. O Prof. Gilberto foi agraciado com o XVII Prêmio Jovem Cientista , ano de 2001.



4) Palestra "água - desafios da sociedade", proferida pelo Prof. Oscar de Moraes Cordeiro Netto, da Universidade de Brasília (UnB). Doutor em Ciências e Técnicas Ambientais. é professor da Universidade de Brasília, do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental.


 

CONFIRA A PALESTRA! (3.023 KB)
07/2013
Prêmio Jovem Cientista na reunião da SBPC

65ª REUNIãO ANUAL DA SBPC - UFPE - 21 a 26 de Julho 2013
" Ciência para o Novo Brasil "


PROGRAMAçãO DO PRêMIO JOVEM CIENTISTA

 

21 - JULHO - 2013 | 19h | Sessão de abertura da 65ª SBPC | UFPE | Centro de Convenções.

- Lançamento do XXVII Prêmio Jovem Cientista - Tema: água: Desafios da Sociedade.


22 - JULHO - 2013 | 15h - 16h50 | UFPE | Mini-auditório ExpoT&C.

- Apresentação dos 03 agraciados com o XXVI PRêMIO JOVEM CIENTISTA, cujo tema foi Inovação Tecnológica nos Esportes - 2012:


Categoria Graduado

1º lugar: RODRIGO GONçALVES DIAS, da Universidade de São Paulo (USP) - Instituto do Coração (InCor) , doutor em Biologia Funcional e Molecular, tendo como orientador o Prof. Carlos Eduardo Negrão, com o trabalho intitulado: "Avanços em genômica para o diagnóstico e terapêutica de lesões para o esporte: mecanismos moleculares da variante g894t do gene óxido nítrico sintase endotelial (eNOS) e transcriptoma do esporte".


Categoria Estudante do Ensino Superior

1º lugar: PRISCILA ARIANE LOSCHI da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) , curso de Design de Produto, tendo como orientadora a Profª Eliane Ayres, com o trabalho intitulado: "Materiais de mudança de fases aplicados no design de tecidos inteligentes".


Categoria Estudante do Ensino Médio

1º lugar: JOãO PEDRO VITAL BRASIL WIELAND , do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) , tendo como orientadora a Profª Maria de Fátima Galvão, com a pesquisa: "Aplicativo de celular para controlar o exercício físico".


24 - JULHO - 2013 | 9h - 11h| UFPE | ExpoT&C | Estande do CNPq

- Apresentação das pesquisas premiadas para o público circulante, por meio de pôster.

 

 

07/2013
Prêmio Jovem Cientista é divulgado no Paraná

O CNPq, com o apoio da Universidade Federal do Paraná, convida para o lançamento da XXVII Prêmio Jovem Cientista, cujo tema é "água - Desafios da Sociedade".


DATA: 09/JULHO/2013
HORáRIO: 9h
LOCAL: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANá - Auditório do Centro Politécnico

 

 

07/2013
Conheça exemplos de trabalhos vencedores do Prêmio

Atendendo a pedidos de estudantes e pesquisadores, disponibilizamos os trabalhos vencedores do XXV Prêmio Jovem Cientista, clique aqui.


Na publicação, você vê como os primeiros colocados das categorias Mestre e Doutor (intitulada ?Graduado' na publicação), Estudante do Ensino Superior e Estudante do Ensino Médio estruturaram seus trabalhos de pesquisa em torno de soluções para a sustentabilidade das cidades, tema que orientou a edição do Prêmio no ano de 2011.


Os trabalhos atenderam a todos os critérios observados pelas comissões julgadoras, que incluem:

- mérito, originalidade e relevância da proposta (contam 50% da nota);

- contribuição para a área de conhecimento em questão (conta 30% da nota);

- objetividade, clareza do texto e qualidade da apresentação do trabalho (contam 20% da nota).


Na consulta, você verá ainda que é possível incluir elementos gráficos, como fotos, mapas, tabelas, esquemas, tudo para enriquecer a apresentação das ideias propostas e dos estudos realizados.


Você deve ter como exemplo aqueles trabalhos que se enquadram na categoria na qual você pretende se inscrever, pois para cada categoria recomenda-se um formato diferente de apresentação. Desfrute dos exemplos e bom trabalho!

06/2013
Conheça o kit pedagógico sobre água para Ensino Médio

O CNPq, a Fundação Roberto Marinho, a Gerdau e a GE disponibilizam, a partir de hoje, o kit pedagógico água: Desafios da Sociedade. O material foi produzido para professores do Ensino Médio que pretendem orientar seus alunos no desenvolvimento de trabalhos de pesquisa para o XXVII Prêmio Jovem Cientista. Visite a seção PUBLICAçõES do site www.jovemcientista.cnpq.br e faça o download do material.


O kit é composto por três recursos:


Caderno do Professor.
Contém informações, casos e indicações de fontes sobre as principais questões relacionadas a` água, como: gestão de bacias hidrográficas, água e saúde pública, tratamento e reúso da água, tecnologias para a dessalinização da água e uso da água para a geração de energia, que são as linhas de pesquisa indicadas para a categoria Ensino Médio desta edição do Prêmio.


Caderno de Planos de Aula.
Contém cinco propostas para preparar e aplicar aulas relacionadas com os desafios da sociedade na gestão das águas. Os planos incluem sugestões de leitura, reflexões, discussões, referências de recursos didáticos disponíveis na Internet, assim como exemplos do tema em exames vestibulares e no Enem.


Fichas de Atividades.
São doze sugestões voltadas a` experimentação no ambiente de aprendizagem. Relacionam o conteúdo dos Cadernos acima a aspectos do cotidiano, auxiliando na identificação de temas de pesquisa para o Prêmio Jovem Cientista. Levam o estudante a pesquisar fontes bibliográficas e a levantar dados sobre os problemas relacionados a` água, abrindo caminhos para a construção de possíveis soluções.


Os professores interessados em receber o kit pedagógico impresso devem fazer a solicitação pelo www.jovemcientista.org.br/kit O material e o envio são gratuitos, mas a disponibilidade de kits é limitada. Todos os professores que participaram das Oficinas de Projetos Científicos, realizadas nos meses de maio de junho pelo Prêmio, assim como aqueles professores que já requisitaram o kit impresso pelo link informado, vão receber o material nos próximos dias.


Para mais informações, contate o jovemcientista@frm.org.br

06/2013
CNPq divulga o Prêmio Jovem Cientista em universidades

O Prêmio Jovem Cientista será divulgado nas universidades pela equipe da Diretoria de Cooperação Institucional do CNPq, entre junho e agosto de 2013. Nos dias 25 e 26 de junho, a equipe do CNPq estará na Universidade Federal do Ceará e na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, respectivamente. O encontro contará com a participação de gestores, docentes e estudantes de graduação e pós-graduação, além de representantes de órgãos estaduais de educação, meio ambiente, ciência e tecnologia e de recursos hídricos, que serão mobilizados.


O tema escolhido para a XXVII Prêmio Jovem Cientista é "água - Desafios da Sociedade", alinhado com a Política Nacional de Recursos Hídricos do Governo Federal e com o "Ano Internacional de Cooperação pela água", promovido pela Unesco. A premiação soma mais de R$ 700 mil em bolsas de estudo, quantia em dinheiro, laptops e visitas aos laboratórios e fábricas da GE. As inscrições seguem abertas até o dia 30 de agosto e estão dirigidas aos estudantes do ensino médio, estudantes de graduação, mestres e jovens doutores.


O Prêmio Jovem Cientista foi instituído pelo CNPq em 1981, conta com a parceria da Fundação Roberto Marinho, da Gerdau e da GE, e tem como objetivos revelar talentos , impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade.


No mês de julho, as visitas terão continuidade na Universidade de Brasília, Universidade Federal de Tocantins, Universidade Federal de Mato Grosso, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal do Paraná e Universidade Federal de Pernambuco.


Para mais informações acesse: www.jovemcientista.cnpq.br  

 

 

 

05/2013
Estudantes e professores se unem para enfrentar os desafios da gestão da água

Nesta segunda-feira, 20 de maio, iniciaram-se as Oficinas de Projetos Científicos do Prêmio Jovem Cie ntista, na cidade do Rio de Janeiro. Professores e alunos discutiram juntos os problemas relacionados à água que afetam os lugares onde vivem. E, percorreram o roteiro metodológico para o desenvolvimento de um trabalho de pesquisa. A gestão participativa de bacias hidrográficas, o restauro de matas ciliares, a redução de disruptores endrócrinos nas águas dos rios estiveram entre os muitos temas de pesquisa que nasceram dessa interação.


A turma da manhã reuniu 58 participantes e a da tarde, 64. Facilitadas pelas educadoras Simone Mamede e Claudia Bisinella, as 4 horas de atividades passaram rápido. Mas, deixaram e desejo de resolver os grandes desafios cotidianos com a ajuda da ciência.


As oficinas ocorreram na Escola de Aperfeiçoamento dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro, numa parceria com a Coordenação de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria de Estado de Educação.


Atenção às datas das próximas Oficinas:

28/Maio:          Recife (PE) - inscrições até 22/Mai

3/Junho:          Campo Grande (MS) - inscrições até 29/Mai

3 e 4/Junho:    Brasília (DF) - inscrições até 29/Mai

6/Junho:          Curitiba (PR) - inscrições até 03/Jun

6/Junho:          São Paulo (SP) - inscrições até 03/Jun

7/Junho:          Porto Alegre (RS) - inscrições até 04/Jun

11/Junho:        Manaus (AM) - inscrições até 06/Jun

11 e 12/Junho: Fortaleza (CE) - inscrições até 06/Jun

13/Junho:         Belém (PA) - inscrições até 07/Jun

14/Junho:         Salvador (BA) - inscrições até 07/Jun


Se você ainda não se inscreveu, acesse www.jovemcientista.cnpq.br


Acompanhe as notícias sobre as Oficinas também no www.facebook.com/premiojovemcientista


Para mais informações, escreva para: jovemcientista@frm.org.br

 

 

05/2013
Participe das oficinas de projetos científicos em onze capitais

Estão abertas as inscrições para todas as Oficinas de Projetos Científicos do Prêmio Jovem Cientista deste ano. As instituições de ensino interessadas devem inscrever cinco estudantes e um professor, preferencialmente com experiência na orientação de projetos de pesquisa.


Durante a Oficina, os participantes vão conhecer o Prêmio Jovem Cientista e entender o que podem ganhar ao participar dele. Também vão descobrir as linhas de pesquisa desta edição, todas em torno do tema água: Desafios da Sociedade. E, o mais importante, eles vão vivenciar o roteiro metodológico para desenvolver um trabalho de pesquisa de qualidade.


As Oficinas têm duração de 4h e os participantes podem escolher o turno que for mais adequado: manhã (8-12h) ou tarde (13h30-17h30). As inscrições devem ser feitas pela internet http://www.jovemcientista.org.br/oficina


A participação é reservada a estudantes e professores do ensino médio e técnico, de escolas públicas e privadas. As vagas são limitadas. As turmas terão de 40-50 participantes.


Atenção às datas das Oficinas:

20/Maio: Rio de Janeiro (RJ)

28/Maio: Recife (PE)

30/Maio: Salvador (BA)

03/Junho: Brasília (DF)

03/Junho: Campo Grande (MS)

06/Junho: Curitiba (PR)

06/Junho: São Paulo (SP)

07/Junho: Porto Alegre (RS)

11/Junho: Manaus (AM)

13/Junho: Belém (PA)

a definir: Fortaleza (CE)


Acompanhe as notícias sobre a s Oficinas também no www.facebook.com/premiojovemcientista


Para mais informações, escreva para: jovemcientista@frm.org.br

 

05/2013
Oficinas de Projetos Científicos para o Ensino Médio

Se você quer ampliar sua capacidade de desenvolver uma pesquisa para o Prêmio Jovem Cientista, pode participar das Oficinas de Projetos Científicos, oferecidas pelos organizadores do Prêmio em parceria com as secretarias estaduais de educação. As primeiras oficinas vão acontecer nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, nos dias 16 e 20 de maio, respectivamente.


As Oficinas têm duração de 4h e consistem numa apresentação do Prêmio, seguida de uma introdução ao tema desta edição, que é água: Desafios da Sociedade. Os participantes ainda experimentam o roteiro metodológico sugerido para se desenvolver um trabalho de pesquisa. ?Ao término da Oficina, o estudante sai com uma boa ideia da problemática que pretende resolver e dos próximos passos necessários para desenvolver seu trabalho. Como pesquisar referências bibliográficas? Como testar suas hipóteses de solução do problema? Como definir a metodologia de estudo e analisar dados? Como formatar o trabalho? Todas essas perguntas são respondidas durante a Oficina?, explica Andrea Margit, gerente de meio ambiente da Fundação Roberto Marinho.


Os organizadores sugerem que as escolas interessadas busquem inscrever um núcleo de 5 alunos e um professor na Oficina. As inscrições devem ser feitas pela internet http://www.jovemcientista.org.br/oficina


A participação é reservada a estudantes e professores do ensino médio e técnico, de escolas públicas e privadas. As vagas são limitadas, pois as turmas serão de 40-50 participantes. São duas turmas por dia: uma pela manhã, das 8-12h, e outra à tarde, das 13h-17h.


Em São Paulo, as Oficinas ocorrem na quinta-feira, 16/05, na Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Professores ? EFAP/SEESP, no bairro de Perdizes.


Na cidade do Rio de Janeiro, as Oficinas acontecem na Escola de Aperfeiçoamento dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro, na Tijuca, na segunda-feira, 20/05.


O Prêmio Jovem Cientista também tem Oficinas previstas nas cidades de Campo Grande, Recife, Salvador, Manaus, Belém, Porto Alegre, Curitiba, além do Distrito Federal. As datas serão divulgadas em breve.


Acompanhe as notícias sobre os Oficinas também no www.facebook.com/premiojovemcientista


Para mais informações, escreva para: jovemcientista@frm.org.br
05/2013
água é o tema do XXVII Prêmio Jovem Cientista
A superfície da Terra é coberta por 1,4 bilhão de quilômetros cúbicos de água. A roupagem azul que tanto encantou Yuri Gagarin, primeiro homem a ver o planeta do espaço, pode nos fazer acreditar que a água é um recurso que nunca faltará à sociedade. Já se sabe, entretanto, que apenas 0,003% desse volume pode ser aproveitado para saciar a sede, fazer a higiene e irrigar a agricultura. E essa pequena quantia é ainda ameaçada pelo desperdício e a poluição. Muitos são os problemas ocasionados pela má gestão dos recursos hídricos, mas também são muitas as soluções possíveis. Pensando nesse leque de soluções, o Prêmio Jovem Cientista aborda, este ano, o tema "água: desafios da sociedade".

Podem concorrer aos prêmios estudantes do ensino médio, estudantes do ensino superior, mestres e doutores. As inscrições estarão abertas de 6 de maio a 30 de agosto pelo site www.jovemcientista.cnpq.br Os alunos do ensino médio também têm a opção de enviar suas pesquisas pelos Correios - no mesmo período.

Nesta edição, estudantes do ensino superior, mestres e doutores poderão inscrever trabalhos relacionados a uma das seguintes linhas de pesquisa:

- Gestão inovadora dos recursos hídricos aplicada ao uso do solo e à gestão ambiental;
- Tecnologias inovadoras para despoluição de bacias hidrográficas e sua integração com as dos sistemas estuários e zonas costeiras;
- Ecotecnologias no tratamento de águas residuárias, industriais e urbanas, esgotos domésticos, águas pluviais e despoluição;
- Uso racional e eficiente da água: gerenciamento, aproveitamento e reúso;
- Uso de tecnologias de sensoriamento remoto na avaliação dos recursos hídricos;
- Uso da água e da energia e aplicação de tecnologias inovadoras que promovam sua sustentabilidade;
- Contaminantes emergentes (disruptores endócrinos, fármacos, resíduos orgânicos): detecção e remoção em sistemas de abastecimento de água;
- Uso de membranas no tratamento da água;
- Causas e consequências de florações de cianobactérias em mananciais de abastecimento de água;
- Gerenciamento da água no meio urbano: novas tecnologias para minimizar alagamentos;
- Eventos hidrológicos extremos e sistemas de alerta;
- Impactos de mudanças climáticas nos recursos hídricos.

Os estudantes do Ensino Médio podem inscrever trabalhos relacionados aos seguintes temas:

- Gestão de bacias hidrográficas;
- Tratamento e reúso da água;
- água e saúde pública;
- Uso da água para geração de energia;
- Tecnologias para dessalinização da água.

KIT PEDAGóGICO - A equipe do XXVII Prêmio Jovem Cientista propõe um kit pedagógico voltado aos professores do Ensino Médio que desejarem discutir o tema água com seus alunos. O kit contém: um Caderno do Professor, com conteúdo, ilustrações e exemplos relacionados às linhas de pesquisa sugeridas; um Caderno com seis Planos de Aula; e 12 Fichas de Atividades para dar ideias de pesquisas aos estudantes. O material é distribuído gratuitamente às escolas e aos professores interessados e também estará disponível para download no site www.jovemcientista.cnpq.br a partir de maio.

OFICINAS - Este ano, o Prêmio realizará Oficinas de Projetos Científicos para estudantes do Ensino Médio em nove capitais: Belém, Campo Grande, Curitiba, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, além do Distrito Federal. As oficinas, com duração de quatro horas, têm por objetivo orientar os interessados em participar do Prêmio. Cada escola participante poderá indicar de cinco a dez estudantes e um professor. As Oficinas ocorrerão em maio e junho e as chamadas serão feitas pelo Facebook: www.facebook.com/premiojovemcientista

SBPC E VISITAS TéCNICAS - O CNPq realizará lançamentos do Prêmio nas cinco regiões do país, e notadamente no Nordeste, por ocasião da 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Além disso, vai promover, a partir de maio, visitas de divulgação a universidades e Fundações de Amparo à Pesquisa, com a participação de gestores estaduais de Ciência, Tecnologia, Inovação, Meio Ambiente, Educação e Recursos Hídricos.

SOBRE O PRêMIO JOVEM CIENTISTA

O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, a Gerdau e a GE. Quatro categorias são premiadas: Mestre e Doutor, Estudante do Ensino Superior, Estudante do Ensino Médio e Mérito Institucional. Há ainda um prêmio de Mérito Científico para um pesquisador doutor que, em sua trajetória, tenha se destacado na área relacionada ao tema da edição. Os orientadores das três categorias principais e as escolas dos três classificados do Ensino Médio são agraciados com laptops, como forma de estimular e reconhecer a cadeia de aprendizagem.

Na categoria Mérito Institucional são premiadas as duas instituições - uma do ensino médio e outra do ensino superior - às quais estiver vinculado o maior número de trabalhos, com mérito científico, inscritos nas categorias Mestre e Doutor, Estudante do Ensino Superior e Estudante do Ensino Médio.

Premiações Na categoria Mestre e Doutor, os vencedores são agraciados com R$30 mil (1º lugar); R$20 mil (2º lugar) e R$15 mil (3º lugar). Para Estudantes do Ensino Superior, os valores são de R$15 mil (1º lugar), R$12 mil (2º lugar) e R$10 mil (3º lugar). Estudantes do Ensino Médio classificados em 1º, 2º e 3º lugares ganham modernos laptops. No Mérito Institucional, serão pagos R$35 mil para cada uma das duas instituições. O pesquisador indicado para receber o Mérito Científico receberá R$20 mil. O CNPq concede bolsas de estudo desde a iniciação científica até o pós-doutorado. A GE oferece aos vencedores e orientadores visitas técnicas às suas unidades fabris e laboratórios de pesquisa

Histórico Criado em 1981, o Prêmio Jovem Cientista tem o objetivo de incentivar a pesquisa no país e é considerado um dos mais importantes reconhecimentos aos cientistas brasileiros. A entrega da premiação é feita pelo Presidente da República, em cerimônia que reúne parceiros, educadores e expoentes da ciência e tecnologia.

Os temas escolhidos a cada edição buscam soluções simples e acessíveis para os desafios da sociedade brasileira. Entre os assuntos abordados em edições anteriores estão "Saúde da população e controle de endemias", "Oceanos: fonte de alimentos", "Cidades Sustentáveis" e "Inovação Tecnológica nos Esportes".
05/2013
Jovem Cientista visita Secretarias de Educação e escolas em 13 Estados
A equipe de divulgação do Prêmio Jovem Cientista iniciou, em 4 de abril, a divulgação do tema desta edição "água: Desafios da Sociedade", em secretarias estaduais de educação e escolas de 13 estados.

"Durante a visita, apresentamos o Prêmio a coordenadores do Ensino Médio e professores interessados em orientar pesquisas e projetos científicos. Eles conhecem as linhas de pesquisa da edição e as recomendações para se desenvolver um bom trabalho", diz Andrea Margit, gerente de Meio Ambiente da Fundação Roberto Marinho.

A equipe já passou por Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP). Nos próximos dias, a equipe de divulgação estará em Manaus (AM) e Belém (PA).

Se você quer se comunicar com a equipe de divulgação do Prêmio Jovem Cientista para esclarecer dúvidas ou solicitar recursos pedagógicos e de comunicação, entre em contato com: jovemcientista@frm.org.br (para escolas e estudantes do Ensino Médio) e pjc@cnpq.br (para instituições de ensino superior, universitários, mestres e doutores).