Laureados



image

Edição 2017
Grande Área do Conhecimento: Ciências da Vida
Agraciado: Samuel Goldenberg
Instituto Carlos Chagas (ICC) da Fundação Oswaldo Cruz do Paraná

É Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1A, Pesquisador Titular da Fundação Oswaldo Cruz, Diretor do Instituto Carlos Chagas (Fiocruz-Paraná) e colaborador do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP). Foi coordenador de pós-graduação (Biologia Celular e Molecular) da Fundação Oswaldo Cruz e Diretor do IBMP. Tem experiência e formação na área de Biologia Molecular, com ênfase em Parasitologia Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: diferenciação de Trypanosoma cruzi, regulação da expressão gênica em parasitos, genômica funcional e desenvolvimento de insumos para diagnóstico.

Foi presidente da Sociedade Brasileira de Protozoologia (SBPz) entre 2006 e 2008 e da Sociedade Brasileira de Genética (SBG) em 2013 e 2014. Foi membro do Comitê Assessor de Genética do CNPq e do corpo editorial do periódico Gene. É coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) para Diagnóstico em Saúde Pública. É membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, foi agraciado em 2006 com a Ordem Nacional do Mérito Científico na Classe Comendador, em 2010 foi agraciado na Classe Comendador com a Ordem do Mérito Médico e em 2011 recebeu a Medalha Samuel Pessoa da Sociedade Brasileira de Protozoologia (SBPz).

Publicou 143 trabalhos científicos, teve 6 capítulos de livros publicados. Tem 121 trabalhos publicados, e mais de 2800 citações, na Web of Science. Seuíndice H no ISI é 2.

 

image

Edição 2016
Grande Área do Conhecimento: Ciências Exatas, da Terra e Engenharias
Agraciado: Paulo Eduardo Artaxo Netto
Universidade de São Paulo (USP)

Paulo Eduardo Artaxo Netto – Nasceu em São Paulo em 1954, graduou-se em Física pela Universidade São Paulo a USP (1977), mestrado em Física Nuclear pela USP (1980) e é Doutor em Física Atmosférica também pela USP (1985). Trabalhou na NASA (Estados Unidos), Universidades de Antuérpia (Bélgica), Lund (Suécia) e Harvard (Estados Unidos).

Atualmente é professor titular do Departamento de Física Aplicada do Instituto de Física da USP. Trabalha com física aplicada a problemas ambientais, atuando principalmente nas questões de mudanças climáticas globais, meio ambiente na Amazônia, física de aerossóis atmosféricos, poluição do ar urbano e outros temas. É membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC), da Academia de Ciências dos países em desenvolvimento (TWAS) e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo.

Publicou 396 trabalhos científicos e apresentou 890 papers em conferências científicas internacionais. Tem mais de 12.000 citações de seus trabalhos e publicou 11 trabalhos nas revistas Science e Nature. Seu índice H no ISI Web of Science é 63. Tem mais de 26.400 citações no Google Scholar, com índice H no Google Scholar de 84.

Coordenou dois Institutos do Milênio do CNPq, é membro do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas) e de 7 outros painéis científicos internacionais. Foi membro da coordenação da área de Geociências da FAPESP de 2000 a 2008, e é membro da coordenação do Programa FAPESP de Mudanças Globais e da Rede CLIMA do MCTI. É representante da comunidade científica no CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente).

Em 2004, recebeu um voto de aplauso do Senado Brasileiro pelo trabalho científico em meio ambiente na Amazônia. Em 2006, foi eleito fellow da American Association for the Advancement of Sciences. É membro da equipe do IPCC que foi agraciada com o Prêmio Nobel da Paz de 2007. Em 2007, recebeu o prêmio de Ciências da Terra da TWAS e o Prêmio Dorothy Stang de Ciências e Humanidades de 2007, outorgado pela Câmara Municipal de São Paulo. Em 2009, foi agraciado com o título de Doutor em Filosofia Honoris Causa pela Universidade de Estocolmo, Suécia. Em 2010, recebeu o prêmio Fissan-Pui-TSI da International Aerosol Research Associations. Também em 2010 recebeu a Ordem do Mérito Científico Nacional, na qualidade de comendador. Em 2014 e 2015, foi incluído na lista dos cientistas com maior número de citações globais, editada pela Thomson Reuters.


 

image

Edição 2015
Grande Área do Conhecimento: Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes
Agraciado: Magda Becker Soares
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Possui graduação em Letras Neolatinas pela Universidade Federal de Minas Gerais (1953) e doutorado em Didática pela Universidade Federal de Minas Gerais (1962). Atualmente é membro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, membro de comitê assessor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), consultora da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), professora titular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e conselheira da Communitee Economique Europeen.

Uma das criadoras da Faculdade de Educação da UFMG, a FaE. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: alfabetizacao, letramento, escrita, ensino, leitura e formação de professores. é autora de diversos livros, e especialmente conhecida por seus livros didáticos de Língua portuguesa usados dos anos 1970 a 1990.

Durante sua carreira recebeu prêmios como: Ordem Nacional do Mérito Educativo, grau de Cavaleiro, Presidência da República (1972), Medalha de Honra da Inconfidência, Governo do Estado de Minas Gerais (1977), Honra ao Mérito da Associação de Professores Públicos de Minas Gerais, Associação de Professores Públicos de Minas Gerais (1981), Medalha do Mérito na Assistência ao Estudante, Ministério da Educação e Cultura (1985), Prêmio Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa, Universidade Federal de Minas Gerais (1989), Título de Professora Emérita, Faculdade de Educação da UFMG (1998), Ordem Nacional do Mérito Educativo, grau de Comendador, Presidência da República (2000), Medalha Santos Dumont, Grau Ouro, Governo do Estado de Minas Gerais (2005) e Medalha Reitor Mendes Pimentel, UFMG (2007).



image

Edição 2014
Grande Área do Conhecimento: Ciências da Vida
Agraciado: Walter Colli
Universidade de São Paulo (USP)

Graduado em Medicina pela Universidade de São Paulo (1962), doutor em Bioquímica pela Faculdade de Medicina e Livre-Docente pelo Instituto de Química da USP (IQUSP, 1971), foi Professor Titular da USP (1980-2009) e bolsista de Produtividade 1A do CNPq (1982-2009). Foi Diretor do IQUSP em dois períodos (1986-1990 e 1994-1998) e do Instituto Butantan (1999). Foi membro do Conselho Deliberativo do CNPq (1989-1991), do Conselho Superior da FAPESP (1988-1994), Presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (1999-2006) e Diretor do Instituto de Relações Internacionais da USP (2006-2009). Foi Presidente da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio, 2006-2009) e Diretor-Geral da Associação Brasileira da Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS, 06/2010-05/2011). Desde 2003 é Coordenador Adjunto da Diretoria Científica da FAPESP. É Doutor Honoris Causa pela Universidade de Buenos Aires e membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS). É membro da Ordem do Mérito Científico do Brasil nas classes Comendador (1995) e Grã Cruz (2000). Atualmente é Colaborador Sênior do IQUSP e bolsista de Produtividade Sênior do CNPq. Tem vasta experiência na área de Bioquímica e Biologia Molecular e atua principalmente na área de interação entre Trypanosoma Cruzi e célula hospedeira, com particular enfoque em glicoconjugados, ligantes e receptores. Publicou mais de 100 trabalhos na literatura especializada e 22 capítulos de livros, sendo responsável pela orientação e formação de estudantes bolsistas de iniciação científica, mestres, doutores e pós-doutores.
Nos últimos 30 anos, o professor Walter Colli manteve estreita colaboração com grupos de pesquisa argentinos, tendo recebido vários pós-doutores da Argentina em seu laboratório.
Ensinou Bioquímica e Biologia Molecular, durante 50 anos, para estudantes de graduação.

Cerimônia de premiação e aula magna - Prof. Walter Colli - USP

CNPq anuncia vencedor 2014 - Ciências da Vida

image

EDIÇÃO 2012
Grande Área do Conhecimento: Ciências Exatas, da Terra e Engenharias
Agraciado: Edgar Dutra Zanotto
Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Edgar Dutra Zanotto graduou-se em Engenharia de Materiais em 1976, na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Em seguida foi contratado como auxiliar de ensino naquela mesma universidade. Concomitantemente às atividades de ensino na UFSCar, cursou e concluiu o mestrado em Física Aplicada e Ciência dos Materiais em 1978, no Instituto de Física e Química de São Carlos da Universidade de São Paulo. Em 1982 concluiu estudos de doutoramento em Tecnologia de Vidros na Universidade de Sheffield na Inglaterra. Atuou como professor visitante no Departamento de Ciência e Engenharia de Materiais da University of Arizona (Fullbrigh Fellow) em 1987-88 e no College of Optics and Photonics da University of Central Florida, em 2005, ambas nos EUA. Atualmente ele é professor titular do DEMa – UFSCar. As atividades de pesquisa fundamental de Zanotto e colaboradores focalizam principalmente o tema “cristalização e propriedades de vidros e vitrocerâmicas” e foram divulgadas em mais de 200 artigos, 20 capítulos de livros e 2 livros. Ele figura em primeiro lugar no ranking mundial da base Scopus com as palavras-chave (Crystal nucleation growth glass). O professor foi agraciado com 26 prêmios, que incluem a Comenda Nacional da Ordem do Mérito Científico e o Almirante Álvaro Alberto (2012), além do TWAS Engineering Prize 2010 e três dos prêmios mais importantes em ciência dos vidros (Zachariasen Award, Vittorio Gottardi Prize e G. W. Morey Award). Ele apresentou mais de três centenas conferências em congressos nacionais e internacionais, sendo cerca de 100 à convite. Ele organizou e foi o chairman de 6 dos mais importantes congressos mundiais sobre vidros. As atividades de pesquisa tecnológica de Zanotto e colaboradores incluem 22 projetos em parceria com empresas, e consultoria a mais de 40 empresas. Ele tem 14 patentes depositadas, duas delas premiadas pelo MEC-IBM e no Concurso Nacional “Prêmio Governador do Estado” - Invento Brasileiro 1996. Zanotto é Pesquisador 1A do CNPq, Fellow da Society of Glass Technology (UK) e membro da Academia Brasileira de Ciências, Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP), World Academy of Ceramics, e da TWAS. Ele foi Coordenador do CA-MM do CNPq, Coordenador Adjunto da Diretoria Científica da Fapesp e do setor de patentes da mesma durante 1 década, Co-fundador da SBPMat, Co-fundador do periódico Materials Research (editor chefe durante 13 anos) e membro dos editorial boards de Verre, Scielo, e-Mat, International Journal of Solids and Structures, Pesquisa Fapesp e Tec-Bahia; Atualmente ele acumula as seguintes funções administrativas e consultivas: Professor titular do DEMa-UFSCar, Diretor de um Cepid da Fapesp – CeRTEV (Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials) da UFSCar, Editor principal do Journal of Non-Crystalline Solids e membro do Advisory Board e quatro outros periódicos; Vice-chairman do Comitê Técnico de Cristalização de Vidros da International Commission on Glass; membro do Advisory Board do International Materials Institute (NSF- USA) e da ACIESP; Curador do ParqTec São Carlos, Diretor de Publicações da Associação Brasileira de Cerâmica, Membro do Conselho de Pesquisa da UFSCar, Membro do Conselho de Administração do IMPA, Brazilian Representative na International Ceramic Federation e Officer da Glass and Optical Materials Division (GOMD) da American Ceramic Society.

CNPq anuncia vencedor 2012 - Ciências Exatas, da Terra e das Engenharias

Cerimônia de Premiação - Prof. Edgar Dutra Zanotto - UFSCar

 

image

PUBLICAÇÃO COMEMORATIVA 30 ANOS

Esta é a publicação comemorativa dos 30 anos do Prêmio Almirante Álvaro Alberto para a Ciência e Tecnologia que tem por finalidade contar a história e o funcionamento do prêmio, assim como traçar os perfis acadêmicos e profissionais dos laureados, apresentando o conjunto de suas obras e ressaltando a importância e os impactos de suas pesquisas para a área do conhecimento e para a sociedade.

Acesse aqui

 

image

EDIÇÃO 2011
Grande Área do Conhecimento: Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes
Agraciada: Maria da Conceição de Almeida Tavares
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Nascida em Portugal em 1930 Maria da Conceição de Almeida Tavares foi uma das economistas de maior influência sobre o pensamento econômico brasileiro desde os anos 60, em especial o heterodoxo. Após estudar matemática em Lisboa, veio para o Brasil onde se formou economista pela então Universidade do Brasil, hoje UFRJ. Trabalhou na Cepal tornou-se professora da UFRJ e, mais tarde, da Unicamp. Sua carreira acadêmica e sua obra sempre se pautaram por suas convicções éticas e políticas, de defesa de uma sociedade mais justa e solidária. Seu espírito de luta acabou por levá-la a pleitear uma cadeira na Câmara de Deputados, mandato obtido e exercido de 1995 a 1999. Entretanto, sentiu não ser ali que melhor poderia servir às suas idéias e voltou às lides acadêmicas após esse período. Tornou-se célebre não só pelo vigor de seu pensamento, mas também pela paixão com que defendeu seus pontos de vista, sempre procurando identificar quais os interesses da grande maioria da população, excluída dos frutos do desenvolvimento, e tomar o seu partido. Sua obra é bastante diversificada: escreveu artigos e livros influentes, tanto no campo teórico quanto acerca de aspectos variados da economia brasileira. Seu primeiro trabalho relevante foi “Auge e declínio do processo de substituição de importações no Brasil”. Neste artigo já estavam presentes as questões que priorizaria mais adiante. A compreensão da dinâmica própria de economias como as latino-americanas, em particular a brasileira, foi o que o norteou: como se inserem essas economias no mercado internacional, como evolui sua distribuição de renda, como se dá o progresso técnico, como é possível financiar o investimento e o consumo, superando a precariedade dos sistemas financeiros locais, foram alguns dos problemas para cujo equacionamento procurou contribuir. Uma preocupação fundamental, característica de seu pensamento, já estava aí presente: a assimetria de poder existente entre as diversas economias.

Aula Magna (257 MB)
Premiação

image

EDIÇÃO 2010
Grande Área do Conhecimento: Ciências da Vida
Agraciado: Iván Antonio Izquierdo
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Médico (1961) e Doutor em Medicina (Farmacologia) (1962) pela Universidade de Buenos Aires. Professor titular de Medicina e coordenador do Centro de Memória da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Membro de várias sociedades científicas do país e do exterior. Recebeu mais de 50 prêmios e distinções nacionais e internacionais. Membro do comitê editorial de muitas revistas científicas e assessor de muitas agências de fomento do país e do exterior. Formou até hoje 95 Mestres e Doutores, hoje professores em 19 universidades ou centros de pesquisa do Brasil e 7 do exterior. Descobriu os principais mecanismos moleculares da formação, evocação, persistência e extinção das memórias, a dependência de estado endôgena, e a separação funcional entre as memórias de curta duração e longa duração. Grã-Cruz da Ordem do Mérito Científico (1996), Prêmio Conrado Wessel (2007), Prêmio Almirante Alvaro Alberto (2010), Membro da ABC, da National Academy of Sciences, da TWAS e de outras academias. Doutor Honoris Causa das Universidades de Paraná e Córdoba e Professor Honorário das de Buenos Aires e Córdoba.

Premiação

image

EDIÇÃO 2009
Grande Área do Conhecimento: Cências Exatas, da Terra e Engenharias
Agraciado: Luiz Davidovich
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Possui graduação em Física pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1968) e doutorado em Física pela University of Rochester (1975). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Física, com ênfase em ÓPTICA QUÂNTICA e INFORMAÇÃO QUÂNTICA, atuando principalmente nos seguintes temas: emaranhamento quântico, descoerência, dispositivos para computação quântica, reconstrução de estados quânticos, teoria do laser. É membro da Academia Brasileira de Ciências, da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS) e da National Academy of Sciences (USA).

Discurso

Premiação

 

image

EDIÇÃO 2008
Grande Área do Conhecimento: Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes
Agraciado: Jose Murilo de Carvalho
Universidade Federal do Rio de Janeiro(UFRJ)

Possui graduação em Sociologia e Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (1965), mestrado em Ciência Política - Stanford University (1969) e doutorado em Ciência Política - Stanford University (1975), pós-doutorado em História da América Latina na University of London (1977). Foi professor da Universidade Federal de Minas Gerais, no Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, e professor visitante das universidades de Stanford, California-Irvine, Notre Dame (Estados Unidos), Leiden (Holanda), London e Oxford (Inglaterra) e na École des Hautes Études en Sciences Sociales (França). Foi pesquisador da Casa de Rui Barbosa, do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, e pesquisador visitante do Institute for Advanced Study de Princeton. É professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, pesquisador emperito do CNPq, membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia Basileira de Letras. Suas pesquisas e sua produção concentram-se na história do Brasil Império e Primeira República, com ênfase nos temas da cidadania, republicanismo e história intelectual. Publicou dez livros, um traduzido para o francês, dois para o espanhol, organizou sete outros e publicou ainda mais de 120 capítulos de livros e artigos em revistas especializadas. Orientou 12 monografias, 20 dissertações de mestrado e 19 teses de doutorado.

Premiação

 

image

EDIÇÃO 2007
Grande Área do Conhecimento: Ciências da Vida
Agraciado: Sérgio Henrique Ferreira
Universidade de São Paulo (USP)

Possui graduação em Medicina pela Universidade de São Paulo (1960) , doutorado em Farmacologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (1964) , pós-doutorado pela Royal College Of Surgeous Of England (1967) e pós-doutorado pela Royal College Of Surgeous Of England (1975) . Atualmente é Coordenador de Projeto Temático do Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, Professor Titular da Universidade de São Paulo, Consultor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Revisor de periódico da Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of Ame, Revisor de periódico da Pain (Amsterdam), Revisor de periódico da European Journal of Pharmacology, Membro de corpo editorial da Pain (Amsterdam. Print) e colaborador do Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto. Tem experiência na área de Farmacologia , com ênfase em Farmacologia Geral. Atuando principalmente nos seguintes temas: Bpf, Bradicinina, Enzima Conversora.

 

image

EDIÇÃO 2006
Grande Área do Conhecimento: Ciências Exatas, da Terra e Engenharias
Agraciado: Fernando Galembeck
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Graduado em Química pela Universidade de São Paulo (FFCL, 1964) e Doutor em Química (Físico-Química, USP, 1970), realizou pós-doutorado nas Universidades do Colorado (1972-3) e da Califórnia (Davis, 1974). É Professor Titular da Universidade Estadual de Campinas, onde leciona disciplinas de Colóides e Superfícies, Polímeros, Química Aplicada, Físico-Química, Química Geral e Microscopia. Iniciou suas atividades de pesquisa com Pawel Krumholz, trabalhando depois em Biofísico-Química, Colóides e Superfícies, publicando seu primeiro trabalho sobre nanopartículas em 1978. Os trabalhos mais recentes tratam de problemas de superfícies de polímeros, adesão e molhabilidade, interações entre partículas coloidais e nanopartículas, formação e propriedades de nanocompósitos, propriedades de sólidos não-cristalinos, especialmente os fosfatos de alumínio e mecanismos de eletrização de isolantes. Fez contribuições metodológicas em técnicas de separação baseadas em membranas e em microscopias analíticas, eletrônicas e de sondas. Vários dos ex-colaboradores são hoje professores destacados em universidades brasileiras ou pesquisadores em empresas industriais. Das teses orientadas, uma recebeu o prêmio Carl Marvel (UFRJ) e outra recebeu o prêmio Capes (2005). Depositou 18 patentes das quais 7 foram licenciadas. Dois produtos baseados nessas patentes foram lançados no mercado. Mantém vários projetos com empresas, tratando principalmente da criação e desenvolvimento de novos materiais avançados e processos de fabricação. Exerceu funções dirigentes na Unicamp, MCT, CNPq, ABC, SBQ, SBPC e SBMM, de assessoria e planejamento na Fapesp, MCT, CNPq e Capes e de consultoria em várias empresas. Participou da concepção, elaboração e implementação do PADCT, que revolucionou a área de Química no Brasil, como coordenador do grupo de Química e Engenharia Química e depois como membro do Grupo Especial de Acompanhamento. Obteve numerosos prêmios: Retorta de Ouro (SIQUIRJ), Fritz Feigl (CRQ-4), Simão Mathias e Inovação (SBQ), Inovação (Abiquim), Eloísa Mano (ABPol), Pelúcio Ferreira (Finep) e o Prêmio Álvaro Alberto de Ciência e Tecnologia (CNPq/Wessel), o maior da ciência e tecnologia brasileiras.

 

image

EDIÇÃO 2000
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS
AGRACIADO: Benedito José Viana da Costa Nunes

Foi um dos fundadores da Faculdade de Filosofia do Pará, depois incorporada à Universidade Federal do Pará - UFPA . Ensinou literatura e filosofia em outras universidades do Brasil, da França e dos Estados Unidos . Escreveu artigos e ensaios para jornais e publicações locais, nacionais e internacionais. Aposentou-se como professor titular de Filosofia pela UFPA, tendo recebido o título de Professor Emérito em 1998. No mesmo ano, foi um dos ganhadores do Prêmio Multicultural Estadão .Foi membro fundador da Academia Brasileira de Filosofia (1989). É autor de O drama da Linguagem, uma leitura de Clarice Lispector ; O tempo na narrativa ; Introdução à Filosofia da Arte ; O dorso do tigre (ensaios literários e filosóficos); João Cabral de Melo Neto (Coleção Poetas Modernos do Brasil); Oswald Canibal (Coleção Elos); Passagem para o poético ; A filsofia contemporânea ; No tempo do niilismo e outros ensaios e Crivo de Papel (ensaios literários e filosóficos). Recebeu dois Prêmio Jabuti de Literatura : em 1987 , pelo estudo da obra de Martin Heidegger que culminou em Passagem para o Poético ; e em 2010 pela crítica literária A Clave do Poético . [3] Em 2010 , foi agraciado com o Prêmio Machado de Assis pelo conjunto da obra. [3]

 

image

EDIÇÃO 2000
ÁREA DO CONHECIMENTO: INFORMÁTICA
AGRACIADO: JAYME LUIZ SZWARCFITER
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Engenharia Eletrônica pela UFRJ ,1967, mestrado em Engenharia de Sistemas e Computação pela UFRJ, 1971 e doutorado em Ciência da Computação, pela University of Newcastle Upon Tyne, Inglaterra, 1975. Realizou pós-doutorado na University of Califórnia, Berkeley, EUA, 1979-80, na University of Cambridge, Inglaterra, 1984-85 e na Université Paris XI, França, !992-94. É professor titular da COPPE-UFRJ, onde atua no Programa de Engenharia de Sistemas e Computação, e pesquisador do Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ. Recebeu prêmios e distinções, entre os quais o Prêmio Álvaro Alberto do Ciência e Tecnologia, CNPq, 2001, o título de Professor Emérito do Instituto de Matemática, UFRJ, 2002, o Prêmio de Mérito Científico da Sociedade Brasileira de Computação, 2005, e o grau de Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico, Ministério de Ciência e Tecnologia, 2006. Possui várias publicações relevantes, em periódicos científicos e anais de conferências, nas áreas de Teoria da Computação e Matemática Discreta. Orientou dezenas de mestres e doutores, que atualmente são docentes de várias universidades do país e do exterior. Membro do Comitê Assessor de Ciência da Computação do CNPq, nos seguintes períodos: 1978-79, 1981-83, 1994-96, 2000-02 e 2007-10.

 

image

EDIÇÃO 1998/1999
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA TERRA
AGRACIADO: AZIZ NACIB AB’SABER

É geógrafo e professor universitário , considerado referência em assuntos relacionados ao meio ambiente e impactos ambientais decorrentes das atividades humanas. Cientista polivalente, laureado com as mais altas honrarias da ciência em arqueologia , geologia e ecologia - Membro Honorário da Sociedade de Arqueologia Brasileira, Grão Cruz em Ciências da Terra pela Ordem Nacional do Mérito Científico , Prêmio Internacional de Ecologia de 1998 e Prêmio Unesco para Ciência e Meio Ambiente - é Professor Emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo , professor honorário do Instituto de Estudos Avançados da mesma universidade e ex-presidente e atual Presidente de Honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência . Embora tenha se aposentado compulsoriamente no final do século XX , ainda se mantém em atividade.

 

image

EDIÇÃO 1998/1999
ÁREA DO CONHECIMENTO: TECNOLOGIA INDUSTRIAL
AGRACIADO: OZIRES SILVA

É oficial da Aeronáutica e engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Destaca-se por sua contribuição no desenvolvimento da indústria aeronáutica brasileira. Capitaneou a equipe que projetou e construiu o avião Bandeirante . Liderou em 1970 o grupo que promoveu a criação da Embraer , uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo. Deu início à produção industrial de aviões no Brasil. Nomeado presidente da Petrobras , onde atuou até 1989. Em 1990, assumiu o Ministério da Infra-Estrutura e, em 1991 , retornou à Embraer, desempenhando um papel importante na condução do processo de privatização da empresa, concluído em 1994. Também atuou como presidente da Varig por três anos (2000-2003) e criou em 2003 a Pele Nova Biotecnologia, primeiro fruto da Academia Brasileira de Estudos Avançados, empresa focada em saúde humana cuja missão é a pesquisa, desenvolvimento e produção de tecnologias inovadoras na área de regeneração e engenharia tecidual. Ozires Silva também faz parte de uma série de Conselhos e de Associações de Classe. Em 2008, é nomeado reitor da Unimonte .

 

image

EDIÇÃO 1997
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS
AGRACIADA: Maria Isaura Pereira de Queiroz
Universidade de São Paulo

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1949) , mestrado em Sociologia Antropologia e Política pela Universidade de São Paulo (1951) e doutorado em Sociologia pela École Pratique Des Hautes Études VI Section (1959) . Atualmente é professor titular do Centro de Estudos Rurais e Urbanos e Professora Emérita da Universidade de São Paulo. Tem experência na área de Sociologia , com ênfase em Sociologia Rural.

 

image

EDIÇÃO 1997
ÁREA DO CONHECIMENTO: MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA
AGRACIADO: EDUARDO MOACYR KRIEGER
Universidade de São Paulo

Formou-se em Medicina na Faculdade de Medicina de Porto Alegre, em 1953. Sua principal linha de pesquisa foi estudar, em modelos de hipertensão experimental, os mecanismos de regulação da pressão arterial, principalmente os mecanismos neurogênicos. Descreveu um método de desnervação sino-aórtica, no rato, que é empregado universalmente, e seus estudos sobre a adaptação dos pressorreceptores na hipertensão e na hipotensão são amplamente conhecidos. Foi pioneiro na utilização do rato como modelo para estudos de regulação da pressão arterial no sono e no exercício, bem como no registro da atividade simpática, em condições fisiológicas. De 1985, após a aposentadoria em Ribeirão Preto, a 2010, trabalhou em hipertensão no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, dirigindo uma equipe multidisciplinar de pesquisa. Coordena, atualmente, o Programa de Cardiologia Translacional do InCor e o Núcleo de Pesquisa Clínica do HC.FMUSP - NAPesq. É também o Diretor Executivo da Comissão de Relações Internacionais - CRInt da FMUSP.

 

image

EDIÇÃO 1996
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS MATEMÁTICAS
AGRACIADO: CÉSAR LEOPOLDO CAMACHO MANCO
Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada.

Possui graduação em Curso de Ciências y Físicas Matemáticas pela Universidad Nacional de Ingenieria (1964), mestrado pelo Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (1966) e doutorado pela University of California (1971) . Atualmente é professor titular do Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada, Presidente do Conselho Científico do Instituto de Matemática y Ciencias Afines, Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, Membro do Conselho Científico da Centre International de Mathématiques Pures Et Appliquées e Colaborador da International Centre For Theoretical Physics.

 

image

EDIÇÃO 1996
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS QUÍMICAS
AGRACIADO: RICARDO DE CARVALHO FERREIRA
Universidade Federal de Pernambuco

Possui graduação em Bacharelado Em Química pela Universidade Católica de Pernambuco (1952) e doutorado em Química pela Universidade Federal de Pernambuco (1961) . Tem experiência na área de Bioquímica , com ênfase em Biologia Molecular.

 

image

EDIÇÃO 1995
AGRACIADO: HERCH MOYSÉS NUSSENZVEIG
Universidade Federal do Rio de Janeiro

É Professor Emérito da UFRJ, Fellow da American Physical Society, da Optical Society of America e da TWAS, Prêmio Max Born da Optical Society of America, Prêmio Nacional de Ciência e Tecnologia, Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico, Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, Pesquisador Emérito do CBPF, Coordenador Científico da Coordenação de Programas de Estudos Avançados da UFRJ. Criador e Coordenador Científico do Laboratório de Pinças Óticas da UFRJ. Principais resultados: Aproximações uniformes, com base em nova formulação da teoria de momento angular complexo, de todos os efeitos semiclássicos de difração no espalhamento Mie: arco-íris, auréola meteorológica (primeira explicação) e dianteira, espahamento quase-crítico, posições e larguras de todas as ressonâncias, tunelamento de luz nas nuvens e absorção da radiação solar. Causalidade e analiticidade, novas regras de soma para as constantes óticas, modos transientes, atraso temporal no espalhamento. Modelos solúveis de emissão espontânea e perdas de transmissão no laser. Teoria das forças de captura exercidas por pinças óticas e sua calibração absoluta.. Bifurcações em nanotubos de membrana celular, suas propriedades elásticas e interações com o citoesqueleto.

 

image

EDIÇÃO 1995
AGRACIADO: LUIZ BEVILACQUA
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1959), especialização em Pontes e Grandes Estruturas na TH Stuttgart (1961) e doutorado em Mecânica Teórica e Aplicada - Stanford University (1971). Professor Emérito da COPPE-UFRJ (2008). Na área profissional de engenharia projetou pontes e obras de grande porte (GEOTECNICA S/A), Projeto de tubulações e vasos de pressão para as Usinas Nucleares de Angra (PROMON ENG), Coordenador do Projeto de Veículos de Operação Remota (COPPETEC-PETROBRAS) e Coordenador da consultoria para determinação da integridade estrutural dos Moinhos de Bola de Tubarão da Cia Vale do Rio Doce (COPPETEC-CIA. VALE do RIO DOCE. Na área científica introduziu na COPPE o tratamento variacional do método dos elementos finitos (MEF), com destaque para problemas com descontinuidade, isto é, meios contínuos seccionalmente homogêneos. Aplicações do MEF em placas e cascas. Estudo do comportamento não linear de membranas. Contribuiu também para a solução de problemas de dinâmica, propagação de ondas em sólidos e estabilidade dos meios contínuos. Recentemente trabalha em: 1. Dinâmica de estruturas fractais tendo proposto novo método de determinação de dimensão fractal via resposta dinâmica; 2- modelagem de sistemas biológicos e sociais particularmente: espalhamento da malária com influência sazonal com infectados sujeitos a vários níveis de tratamento, dinâmica populacional do pirarucu com particular atenção para o cuidado parental e difusão do conhecimento em cadeias sociais, considerando o efeito da criatividade no processo cognitivo. Desenvolve atualmente uma nova teoria para difusão com retenção temporária com aplicações em processos bioquímicos no espaço intra-celular do cérebro; 3 Investigação de processos cognitivos e modelagem matemática e computacional em biologia. Na área de administração acadêmica destacam-se a criação do programa de engenharia civil da COPPE-UFRJ, Vice-reitor Acadêmico da PUC-RJ, Diretor da COPPE, Coordenador do comitê estruturação acadêmica e implantação da UFABC- Santo André São Paulo, Reitor da UFABC e responsável pela implantação do Núcleo de Cognição da UFABC. Atualmente coordena junto a Pós-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFRJ a implantação do Espaço Alexandria na UFRJ destinado a estimular a integração interdisciplinar em projetos destinados a fazer avançar as fronteiras do conhecimento científico: quebra de paradigmas. Na administração pública foi: Secretário Executivo do MCT; Diretor das Unidades de Pesquisa do CNPq; Diretor Científico da FAPERJ, Presidente da Agência Espacial Brasileira. Participou do comitê de implantação da ABCM (Associação Brasileira de Ciência Mecânicas); Criador e primeiro editor da JBSMSE ( inicialmente RBCM), Journal of the Brazilian Society of Mechanical Sciences and Engineering; coordenador da associação da ABCM com a IUTAM, International Union of Theoretical and Applied Mechanics, sendo um dos representantes brasileiros na IUTAM; membro do comitê de implantação do IAI Inter-American Institute for Global Change Research

 

image

EDIÇÃO 1994
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
AGRACIADO: FRANCISCO MAURO SALZANO
Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em História Natural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1950) , especialização em Genética pela Universidade de São Paulo (1952) , especialização em genética e Biologia Molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1956) , doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Genética) pela Universidade de São Paulo (1955) e pós-doutorado pela University of Michigan - Ann Arbor (1957) . Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Genética, com ênfase em Genética Humana e Médica. Atuando principalmente nos seguintes temas: Ameríndios, Polimorfismos Genéticos, Demografia.

 

image

EDIÇÃO 1994
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGROPECUÁRIAS
AGRACIADO: PAULO DE TARSO ALVIM

Formado Engenheiro Agrônomo em dezembro de 1940. Em 1948, obteve o título de PhD em Fisiologia Vegetal. Em 1949, por ocasião do 2º Congresso Sul-Americano de Botânica, em Tucumán, Argentina, coordenou o movimento que resultou na criação da Sociedade Botânica do Brasil. Seu pioneirismo no campo da Fisiologia Vegetal foi logo reconhecido, tendo resultado em convite formulado pelo Instituto Interamericano de Ciências Agrícolas (IICA/OEA), o que o levou a trabalhar por 12 anos em diversos países da América Latina, principalmente na Costa Rica e no Peru. Entre 1955 e 1962 atuou no IICA de Lima (Peru), onde colaborou com a Universidad Nacional Agrária "La Molina" no ensino de Fisiologia Vegetal e na implantação de sua escola de pós-graduação. Foi o principal dirigente técnico da CEPLAC durante 25 anos (1963 a 1988), período em que a produção brasileira de cacau registrou o maior aumento de sua história. Aposentado da CEPLAC em 1989, foi Presidente da Fundação Pau-Brasil (ONG), dedicada a atividades conservacionistas e a estudos sobre agricultura sustentável em regiões tropicais úmidas. Como Professor Honorário da UFBA. Publicou cerca de duas centenas de trabalhos técnico-científicos (em revistas, capítulos de livros, anais de conferências), cinco livros (como editor e co-autor), e pronunciou centenas de conferências em Congressos nacionais e internacionais.

 

image

EDIÇÃO 1993
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS
AGRACIADO: FLORESTAN FERNANDES

Ingressou na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo , formando-se em ciências sociais . Iniciou sua carreira docente em 1945 , como assistente do professor Fernando de Azevedo . Na Escola Livre de Sociologia e Política, obteve o título de mestre. Em 1951 , defendeu, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, a tese de doutoramento "A função social da guerra na sociedade tupinambá", posteriormente consagrado como clássico da etnologia brasileira, que explora com maestria o método funcionalista. Foi catedrático, livre docente e professor titular. Foi Visiting Scholar na Universidade de Columbia , professor titular na Universidade de Toronto e Visiting Professor na Universidade de Yale e, a partir de 1978, professor na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo . Em 1986 foi eleito deputado constituinte pelo Partido dos Trabalhadores , tendo atuação destacada em discussões nos debates sobre a educação pública e gratuita. Em 1990, foi reeleito para a Câmara. Tendo colaborado com a Folha de S. Paulo desde a década de 1940, passou, em junho de 1989, a ter uma coluna semanal nesse jornal. O nome de Florestan Fernandes está obrigatoriamente associado à pesquisa sociológica no Brasil e na América Latina. Sociólogo e professor universitário, com mais de cinquenta obras publicadas, ele transformou o pensamento social no país e estabeleceu um novo estilo de investigação sociológica, marcado pelo rigor analítico e crítico, e um novo padrão de atuação intelectual.

 

EDIÇÃO 1993
ÁREA DO CONHECIMENTO: INFORMÁTICA
AGRACIADO: Paulo Augusto Silva Veloso
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Engenharia de Eletrênica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1968) , mestrado em Engenharia Elétrica (Sistemas) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1970) , mestrado em Mathematics (Logic) pela University of California (1974) e doutorado em Electrical Engineering & Computer Science pela University of California (1975) . Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Ciência da Computação , com ênfase em Teoria da Computação. Atuando principalmente nos seguintes temas: Automatos Finitos, Linguagens Regulares, Redes de Automatos, Decomposição de Automatos, Famílias de Linguagens.

 

image

EDIÇÃO 1992
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA TERRA
AGRACIADO: JOÃO JOSÉ BIGARELLA
Universidade Federal de Santa Catarina

Professor visitante da Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC, e durante a sua vida de professor e pesquisador realizou extensos trabalhos de pesquisa geológica na África do Sul, Namíbia, Angola, Argélia (Saara), Argentina, Uruguai e Paraguai, a respeito das paleocorrentes e da migração dos continentes sul-americano e africano. Os resultados das pesquisas foram publicados em 1972, na Geologische Rundschau e no Boletim Paranaense de Geociências da UFPR. Sua produção acadêmica compreende cerca de 200 artigos, em periódicos científicos do Brasil, Estados Unidos da América, Canadá, Alemanha, Holanda, Inglaterra, Rússia e África do Sul, além de vários livros na área de Geociências. Entre as suas pesquisas de caráter internacional destacam-se: a revisão global dos depósitos eólicos (dunas), o estudo dos aspectos paleogeográficos do antigo continente de Gondwana e a revisão da geologia e geomorfologia de quaternário brasileiro. A ação multiplicadora do conhecimento tem sido uma preocupação constante em suas atividades de pesquisador e docente, tendo formado e treinado intensivamente equipes de trabalho e colaborado em vários cursos de pós-graduação em universidade brasileiras, orientando dissertações de mestrado e teses de doutoramento. Foi editor das publicações de geociências da UFPR entre 1959 e 1968 e membro do corpo editorial dos periódicos: Marine Geology e PALAEO (Palaeography, Palaeoclimatology and Palaeoecology) editados pela Elsevier Publ. Co. e do periódico Catena, editado pela Catena Verlag. É membro titular da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências da América Latina, e, presidente da Associação de Defesa e Educação Ambiental - ADEA, de 1974 a 1994. Atualmente, entre outras pesquisas, vem tambem orientando e realizando trabalhos de capacitação e desenvolvimento de Geoparques e do Geoturismo.

 

EDIÇÃO 1992
ÁREA DO CONHECIMENTO: TECNOLOGIA INDUSTRIAL
AGRACIADO: THARCISIO DAMY DE SOUZA SANTOS

Professor Catedrático e Professor Emérito da Universidade de São Paulo (Instituto de física) depois de ter sido professor da Universidade de Campinas e da Universidade Católica de São Paulo. Suas pesquisas sobre radiação cósmica levaram-no depois para o setor da energia nuclear. Sua carreira brilhante foi marcada pela sua contribuição na fundação do Instituto de Energia Atômica, hoje denominado Instituto de Pesquisas Enerféticas e Nucleares, e na Comissão Nacional de Energia Nuclear, da qual foi presidente.

 

image

EDIçãO 1991
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS
AGRACIADO: Antônio Candido de Mello e Souza

Estudioso da literatura brasileira e estrangeira, possui uma obra crítica extensa, respeitada nas principais universidades do Brasil. À atividade de crítico literário soma-se a atividade acadêmica, como professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo . É professor-emérito da USP e da UNESP , e doutor honoris causa da Unicamp .

 

image

EDIÇÃO 1991
ÁREA DO CONHECIMENTO: MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA
AGRACIADO: LEONIDAS DE MELLO DEANE

Formou-se em medicina pela Faculdade de Medicina e Cirurgia do Pará em 1935. No ano seguinte, ingressou como professor de microbiologia na mesma Instituição. De 1936 a 1939, exerceu o cargo de parasitologista do Instituto de Patologia Experimental do Norte, atual Instituto Evandro Chagas. Deane realizou nos Estados Unidos o mestrado em Saúde Pública, na Escola de Higiene e Saúde Pública, da Universidade de John Hopkins, e os cursos de entomologia geral e parasitologia humana na Universidade de Michigan. Quando retornou ao país, ocupou o cargo de chefe do Laboratório de Entomologia do Instituto de Malariologia, do Rio de Janeiro. Logo a seguir, foi para São Paulo, onde ingressou na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, ocupando diversos cargos. A partida da década de 60, Deane teve atuação destacada em diversas instituições internacionais médicas e de pesquisa, entre as quais a Academia Nacional de Ciências e o Conselho Nacional de Pesquisas, ambos dos Estados Unidos, a Organização Pan-Americana de Saúde e a Organização Mundial de Saúde. Foi ainda professor da Faculdade de Medicina do Norte do Paraná, cientista visitante do Colégio Imperial, em Ascot, Inglaterra, e professor da Universidade Federal de Minas Gerais. Além de ter trabalhado ainda na Universidade de Carabobo, Venezuela (1976-1979), e no Instituto de Higiene e Medicina Tropical de Lisboa (1975). Ingressou no Instituto Oswaldo Cruz (IOC) como pesquisador titular e chefe do Departamento de Entomologia do IOC . Em 1990 aposentou-se compulsoriamente, mas continuou a desenvolver as atividades de pesquisa no Laboratório de Transmissores de Hematozoários até vir a falecer em 30 de janeiro de 1993.

 

image

EDIÇÃO 1990
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS MATEMÁTICAS
AGRACIADO: JACOB PALIS JÚNIOR
Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada.

Possui graduação em Engenharia, formado na Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil, atualmente Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (1962), mestrado em Matemática - University of California (1966) e doutorado em Matemática - University of California (1967). É pesquisador titular do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) desde 1971, e foi diretor de 1993-2003 desta Instituição. Jacob Palis é detentor de diversos prêmios nacionais e internacionais tais como Prêmio Moinho Santista (1976), Prêmio TWAS em Matemática (1988), Prêmio Nacional de Ciência e Tecnologia (1990), InterAmerican Prize for Science (1995), Prize Mexico for Science and Technology (2001), Trieste Science Prize (2006), International Prize Accademia Nazionale dei Lincei for Mathematics (2008) e o destacado Balzan Prize (2010), sendo o sétimo matemático premiado, desde 1962, e o primeiro não europeu/americano. É detentor também de importantes distinções dentre elas , Grã Cruz da Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico (1994) e Chevalier de la Legion d Honneur (2005). É membro das Academias de Ciências Brasileira, Chilena, Mexicana, Indian Academy of Sciences, United States National Academy of Sciences, French Academy of Sciences, European Academy of Sciences, Norwegian Academy of Sciences, Russian Academy of Sciences, Indian National Science Academy, German Academy of Sciences - Leopoldina, Accademia Nazionale dei Lincei e Academia de Ciencias de Lisboa. Tem o título de Doutor Honoris Causa das Universidades: Federal e do Estado do Rio de Janeiro, Chile, Warwick, Santiago do Chile, de Engenharia do Perú e Habana Cuba. Trabalha na área de Sistemas Dinâmicos, que servem para modelar fenômenos evolutivos da natureza e de outras áreas. Formulou um programa global para caracterizar seu comportamento típico e estimar incertezas de previsões futuras. Dedica-se principalmente aos seguintes temas: transformações, difeomorfismos, fluxos, atratores, sistemas hiperbólicos, ciclos de Poincaré e suas bifurcações, sistemas dinâmicos e conjuntos hiperbólicos. Orientou 41 teses de doutorado e publicou mais de 80 artigos de pesquisa em ótimas revistas internacionais, dentre as quais destacam-se Annals of Math., Acta Math., Publications Math. Inst. Hautes Études Scient. e Inventiones Mahtematicae. Atualmente é presidente da Academia Brasileira de Ciências e presidente da The Academy of Sciences for the Developing World (TWAS). Foi tambêm presidente do International Mathematical Union (IMU) no período de 1999-2002 e vice-presidente do Intenational Council for Science (ICSU), 1996-1999.

 

image

EDIÇÃO 1990
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS QUÍMICAS
AGRACIADO: OTTO RICHARD GOTTLIEB

Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1945) . Atualmente é professor titular da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Química , com ênfase em Química Orgânica. Atuando principalmente nos seguintes temas: Espectroscopia, Produtos Naturais, Xantonas, Fitoquímica.

 

image

EDIÇÃO 1989
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS FÍSICAS E ASTRONÔMICAS
AGRACIADO: JOSÉ LEITE LOPES

Possui graduação em Física pela Faculdade Nacional de Filosofia (1942) , doutorado em Física pela Princeton University (1945) e pós-doutorado pela Princeton University (1955) . Atualmente é professor titular do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Física das Partículas Elementares e Campos. Atuando principalmente nos seguintes temas: Física Nuclear, Mesons Escalares.

 

image

EDIÇÃO 1989
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA ENGENHARIA
AGRACIADO: FERNANDO LUIZ LOBO BARBOZA CARNEIRO

Possui graduação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1934) , especialização pela CENTRE D ´ETUDES ET DE RECHERCHES DU BATIMENT ET DES TRAVAUX PUBLICS (1965) , doutorado pela UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (1987) e doutorado pela UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (1994) . Atualmente é Professor Aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro, MEMBRO DE HONRA da Int.Union of Testing and Research Lab. for Materials and Structures, Delegado Brasileiro da Comité Euro-International du Béton/FIB e Delegado Brasileiro da International Assoc.for Bridge and Structural Engineering. Tem experiência na área de Engenharia Civil , com ênfase em Estruturas. Atuando principalmente nos seguintes temas: Análise Dimensional, Brazilian Test, Cálculo Estrutural, Galileo, Engenharia e Estruturas de Concreo Armado e Protendido.

 

image

EDIÇÃO 1988
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGROPECUÁRIAS
GRACIADO: ERNESTO PATERNIANI
Universidade de São Paulo

Possui graduação em Agronomia pela Universidade de São Paulo (1950) e doutorado em Agronomia pela Universidade de São Paulo (1954). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia. Atuando principalmente nos seguintes temas: GENÉTICA, MELHORAMENTO, MILHO, RAÇAS.

 

image

EDIÇÃO 1987
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS
AGRACIADO: CAIO PRADO JÚNIOR

Bacharelou-se em Direito pela Faculdade do Largo de São Francisco , em São Paulo ( 1928 ), onde mais tarde seria livre-docente de Economia Política . Como intelectual teve importante atuação política ao longo das décadas de 1930 e 1940 , tendo participado das articulações para a Revolução de 1930 . Publicou, em 1933 , a sua primeira obra - Evolução Política do Brasil -, uma tentativa de interpretação da história política e social do país.Participou da fundação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - AGB, primeira entidade científica de caráter nacional. Publicou URSS - um novo mundo ( 1934 ), edição apreendida pela censura do governo de Getúlio Vargas , que passaria a combater. Ingressou na Aliança Nacional Libertadora , a qual presidiu em São Paulo. Em 1942 publicou o clássico Formação do Brasil Contemporâneo - Colônia , que deveria ter sido a primeira parte de uma coletânea sobre a evolução histórica brasileira, a partir do período colonial. Entretanto, os demais volumes jamais foram escritos. Em 1945 foi eleito deputado estadual , como terceiro suplente pelo Partido Comunista Brasileiro e, em 1948 como deputado da Assembleia Nacional Constituinte.Dirigiu o vespertino A Plateia e, em 1943, juntamente com Arthur Neves e Monteiro Lobato , fundou a Editora Brasiliense , na qual lançou, posteriormente, a Revista Brasiliense , editada entre 1956 e 1964.

 

image

EDIÇÃO 1987
ÁREA DO CONHECIMENTO: INFORMÁTICA
AGRACIADO: CARLOS JOSÉ PEREIRA LUCENA

Possui graduação em Economia e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1965) mestrado no Department of Computer Science & Applied Analysis pela University of Waterloo (1969), doutorado em Ciência da Computação pela University of California at Los Angeles (UCLA) (1974) e pós-doutorado pela IBM Research (1975) . Desde 1982 é professor titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Ele é também professor adjunto da Universidade de Waterloo (Canadá) e pesquisador associado do Fraunhofer Institute FIRST em Berlim. É membro do corpo editorial de diversos periódicos internacionais: da Communications of the ACM, do periódico dos Anais da Academia Brasileira de Ciências, do Journal of Formal Aspects of Computing e do Journal of Agent-Oriented Software Engineering (IJAOSE). Tem experiência na área de Ciência da Computação , com ênfase em Métodos Formais, Engenharia de Software e Sistemas Multiagentes. Publicou mais de 400 trabalhos arbitrados nos principais veículos destas áreas. O professor é bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq no nível 1A. Em sua carreira atuou na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro como vice-reitor da Universidade, Decano do Centro Técnico e Científico e por várias vezes Diretor do Departamento Informática. Prof Lucena. foi premiado com a insígnia da Classe Grã-Cruz da Ordem do Mérito Científico da Presidência da República do Brasil, com a Medalha Carlos Chagas Filho de Mérito Científico, Diretoria e Conselho Superior da FAPERJ, com o Prêmio Álvaro Alberto de Ciências e Tecnologia do Ministério de Ciência e Tecnologia e com vários prêmios IBM Innovation Award, dentre muitos outros. O prof. Lucena é fellow da Fundação Guggenheim, fellow of TWAS (Academy of Sciences for the Developing World) e membro titular da Academia Brasileira de Ciências. Orientou até 2008, 34 teses de doutorado e 91 dissertações de mestrado. Em 2009 recebeu o ACM Distinguished Scientist Award.

 

image

EDIÇÃO 1986
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA TERRA
AGRACIADO: FERNANDO FLÁVIO MARQUES DE ALMEIDA

Diplomou em Engenharia Civil, em 1938, pela Escola Politécnica de São Paulo. Permaneceu na Escola Politécnica durante 35 anos, tendo feito concurso para Livre-Docência em 1957, com tese sobre a Geologia e Petrologia do Arquipélago de Fernando de Noronha, quando regia a Cátedra o professor Doutor Octávio Barbosa. Com a exoneração deste, assumiu a Cátedra, para a qual fez concurso em 1962, com tese sobre a Ilha de Trindade. Até 1969 esteve em regime de tempo parcial, que lhe permitiu ingressar no Departamento Nacional da Produção Mineral, para o qual fez concurso em 1956, tendo-se exonerado em 1969, para assumir regime de dedicação integral à docência e à pesquisa (RDIDP). Em 1974 foi contratado pelo Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo. Em 1978 ingressou no Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo, de onde acaba de se afastar. Licenciou-se desse Instituto entre 1985 e 1990, sendo contratado pelo Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas. Exerceu diversos cargos técnico-científicos e administrativos e participou de numerosos congressos e outras reuniões científicas nacionais e internacionais.

 

image

EDIÇÃO 1986
ÁREA DO CONHECIMENTO: TECNOLOGIA INDUSTRIAL
AGRACIADO: ADOLAR PIESKI

Formou-se em engenharia metalúrgica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo(EPUSP) em 1966,onde obteve também o título de Doutor em Engenharia em 1970.Atuou no ensino universitário no departamento de Engenharia da própria EPUSP entre 1967 e 1984, na Faculdade de Tecnologia (Fatec), São Paulo, de 1971 a 1973 e na Faculdade de Engenharia de Joinville, SC, DE 1978 A 1983.Foi ainda professor em diversos cursos de especialização na ABM e nos programas de formação de executivos em administração científica e tecnológica, promovidos pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo.

Paralelamente, sua intensa atividade de pesquisa tecnológica nos campos de metalografia, metalúrgica física, comportamento de materiais metálicos em serviços e solidificação de metais e ligas, em particular no campo dos ferros fundidos, destaca-o como uma das principais autoridades técnicas no país.

Foi responsável pela implantação, a partir de 1973, do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento na Indústria de Fundição Tupy S. A, através de convênio entre essa empresa, a Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia (FDTE) e a EPUSP, projeto pioneiro na iniciativa privada, com apoio da Finep, que se distingue hoje por alto desempenho técnico, com qualificação a nível internacional e intercâmbio com diversas universidades e entidades congêneres no país e exterior, buscando intensamente desenvolver a tecnologia nacional, através de soluções próprias. A partir de 1978 ingressou formalmente no grupo empresarial Tupy.

 

image

EDIÇÃO 1985
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS SOCIAIS
AGRACIADO: Celso Monteiro Furtado

Em 1946 , ingressou no curso de doutoramento em economia da Universidade de Paris- Sorbonne . Trabalhou no DASP e na Fundação Getúlio Vargas . Integrou a recém-criada Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL), órgão das Nações Unidas . Presidiu o Grupo Misto CEPAL-BNDES, que elaborou um estudo sobre a economia brasileira que serviria de base para o Plano de Metas do governo de Juscelino Kubitschek . Assumiu uma diretoria do BNDE . No King's College da Universidade de Cambridge , Inglaterra escreveu Formação Econômica do Brasil , clássico da historiografia econômica brasileira. Criou a pedido do presidente Juscelino Kubitschek , em 1959 , a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE). Em 1962 , no governo João Goulart, foi nomeado o primeiro Ministro do Planejamento do Brasil. Assumindo o cargo de pesquisador graduado do Instituto de Estudos do Desenvolvimento da Universidade de Yale . Foi professor na Faculdade de Direito e Ciências Econômicas da Sorbonne , dedicando-se também a atividades de ensino e pesquisa nas universidades de Yale , American University e Columbia , nos EUA, e de Cambridge , na Inglaterra. Em 1985 foi convidado a participar da Comissão do Plano de Ação do governo Tancredo Neves , e logo em seguida é nomeado Embaixador do Brasil junto à Comunidade Econômica Européia, mudando-se para Bruxelas. De 1986 a 1988 foi ministro da Cultura do governo José Sarney . Nos anos seguintes, retomou a vida acadêmica e participou de diferentes comissões internacionais. Foi eleito para a Academia Brasileira de Letras em 1997 .

 

image

EDIÇÃO 1985
ÁREA DO CONHECIMENTO: MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA
AGRACIADO: ZILTON DE ARAÚJO ANDRADE
Fundação Oswaldo Cruz

Possui Graduação em Medicina (1950) pela UFBA; Residência em Patologia (1953) pela Tulane University School of Medicine (New Orleans, LA, USA), sob orientação do Dr. Charles Dunlap; Doutorado em Patologia (1956) pela USP, sob orientação do Dr. Lucien Lison; Livre Docência (1959) pela UFBA; Post-Doctoral Research Fellow (1961) pelo Mount Sinai Hospital (New York City, USA), sob supervisão do Dr. Hans Popper. Foi Professor da Faculdade de Medicina da UFBA, no período de 1953-1984, onde alcançou os títulos de Professor Titular (1974) e de Professor Emérito (1985). Foi Professor Visitante (1971) da Cornell University Medical College (New York, NY), no Departament of Pathology, por três meses. Foi Pesquisador Titular da FIOCRUZ, no período de 1984-1994, quando aposentado. Atualmente, exerce o cargo de DAS no CPqGM (FIOCRUZ-BA), onde é Chefe do LAPEX e Professor Permanente do curso de Pós-graduação em Patologia Humana (UFBA-FIOCRUZ), orientando dissertações de Mestrado e teses de Doutorado, além de projetos de Iniciação Científica. Seus principais interesses em pesquisa dizem respeito a modelos experimentais de fibrose (esquistossomose murina e fibrose septal associada com infecção por Capillaria hepatica no rato) e cirrose (pelo tratamento com tetracloreto de carbono no rato) hepáticas e à patologia das doenças parasitárias, especialmente Esquistossomose e doença de Chagas.

 

image

EDIÇÃO 1984
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS MATEMÁTICAS
AGRACIADO: MANFREDO PERDIGÃO DO CARMO
Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada

Possui graduação em Engenharia pela Universidade Federal de Pernambuco (1951) e doutorado em Matemática pela Universidade da Califórnia, Berkeley (1963). Foi Professor Visitante na Universidade Federal do Ceará, na Universidade de Brasília e na Universidade da Califórnia, Berkeley. É atualmente Pesquisador Emérito do IMPA. Sua área de atuação é a Geometria Diferencial onde formou 27 pesquisadores, alguns dos quais são líderes nesta área. É membro da Academia Brasileira de Ciências e da TWAS. Escreveu um livro de Geometria Diferencial publicado em inglês, adotado em várias universidades no exterior, e traduzido para o alemão e o chinês.

Discurso

 

image

EDIÇÃO 1984
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS QUÍMICAS
AGRACIADO: GIUSEPPE CILENTO

Químico e Bioquímico ítalo-brasileiro, um dos primeiros químicos de sua geração que se dedicou a estudos interdisciplinares, adaptando a química a pesquisas na área de mineralogia, biologia e física, aproximando a química de outras ciências. Concluiu seu doutoramento em 1946 e tornou-se Livre Docente em 1955. Migrou definitivamente para a bioquímica (1956) após visitar o laboratório de Frank Westheimeir , na Universidade de Harvard, como bolsista da Fundação Rockefeller. Coordenou a formação do Instituto de Química da Unicamp, onde permaneceu por 12 anos (1966-1978). Por duas vezes fui eleito chefe do Departamento de Bioquímica do Instituto de Química da USP. Recebeu (1991), o título de Professor Emérito da Unicamp. Publicou cerca de 150 trabalhos em periódicos nacionais e internacionais, e foi reconhecido mundialmente estudando a existência, em sistemas biológicos, de substâncias e moléculas químicas modificadas em suas características físicas por efeito de radiação.

 

image

EDIÇÃO 1983
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS FÍSICAS E ASTRONÔMICAS
AGRACIADO: MÁRIO SCHENBERG

Foi um físico , político e crítico de arte brasileiro de origem judaica. Foi considerado o físico teórico mais importante do Brasil. Publicou trabalhos nas áreas de termodinâmica , mecânica quântica , mecânica estatística , relatividade , astrofísica e matemática . Trabalhou com José Leite Lopes e César Lattes e foi assistente do físico ucraniano naturalizado italiano Gleb Wataghin . Colaborou com o físico russo naturalizado americano George Gamow e com o astrofísico indiano Subrahmanyan Chandrasekhar . Foi presidente da Sociedade Brasileira de Física de 1979 a 1981. Teve ativa participação política, tendo sido eleito duas vezes deputado estadual por São Paulo . Tinha grande interesse em artes plásticas, tendo convivido com artistas brasileiros como Di Cavalcanti , Lasar Segall , José Pancetti e Cândido Portinari , e também estrangeiros, como Bruno Giorgi , Marc Chagall e Pablo Picasso . Atuou também como crítico de arte, escrevendo diversos artigos sobre artistas contemporâneos brasileiros como Alfredo Volpi , Lygia Clark e Hélio Oiticica .

 

image

EDIÇÃO 1983
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS DA ENGENHARIA
AGRACIADO: WALTER BORZANI
Universidade de São Paulo (USP)

Engenheiro Químico pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1947). Iniciou suas atividades de pesquisa em 1946, como Assistente-Aluno da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, no campo da Físico-Química. Suas pesquisas em Biotecnologia Industrial (Tecnologia das fermentações. Cinética de processos fermentativos. Fermentação descontínua, descontínua alimentada, semicontínua e contínua. Fermentação no estado sólido. Modelagem de processos fermentativos) em 1948. Atualmente é Engenheiro Pesquisador junto à Escola de Engenharia Mauá do Instituto Mauá de Tecnologia e Consultor da Bionext Produtos Biotecnológicos Ltda. em São José dos Pinhais (PR).

 

image

EDIÇÃO 1982
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
AGRACIADO: MAURÍCIO OSCAR DA ROCHA E SILVA

Nasceu no Rio de Janeiro. Formou-se em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro. É livre-docente de farmacologia pela Faculdade Nacional de Medicina e pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Em 1963 tornou-se professor catedrático de farmacologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, de cuja Comissão de Pós-Graduação foi presidente de 1970 a 1977. Em 1940, como bolsista da Fundação Guggenheim, Instituto Rockefeller, estudou o efeito da histamina na permeabilidade capilar e a ação de enzimas proteolíticos na liberação de histamina, além de sintetizar derivados de histamina. Em 1946 passou um ano na Universidade de Toronto estudando a liberação de heparina no choque anafilático. Fundador da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, foi seu presidente no período de 1963/1969. Mantém-se, desde então, como um dos presidentes de honra da SBPC. Em 1948, no Brasil, estudando a liberação de histamina pelo veneno do Bothropus Jararaca, em coloração com G. Rosenfeld e W. T. Beraldo, descobriu a Bradicinina, um poderoso polipeptídio hipotensor com ação sobre a musculatura lisa. Apresentou seus trabalhos em dezenas de simpósios e congressos, no Brasil e em vários outros países, tendo inclusive organizado alguns desses encontros. Tem proferido inúmeras conferências, tanto no país como no exterior. Orientou dezenas de teses de mestrado e doutorado e formou vários professores titulares de algumas das principais universidades brasileiras. É autor de quatro livros, um dos quais publicado pela Plenum Press, de Oxford, e de cerca de duzentos e noventa trabalhos em revistas nacionais e estrangeiras na linha de histamina, choque anafilático, inflamação e bradicinina.

 

image

EDIÇÃO 1982
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGROPECUÁRIAS
AGRACIADO: ALCIDES CARVALHO

Natural de Piracicaba, SP. Graduou-se em agronomia pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo. Fez diversos cursos de aperfeiçoamento: Genética Geral, ministrado por C. A Krug, no Instituto Agronômico de Campinas; Genética e Evolução, por T. Dobzhansky, Universidade de São Paulo; Genética do Tomateiro, por C. Rick, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz; Genética, Evolução e Citogenética, Universidade de Columbia, Nova York; Organização de Bancos de Germoplasma, Departamento de Agricultura, Beltsville, Estados Unidos da América. Pesquisador do Instituto Agronômico de Campinas desde 1934 tem cerca de duzentos trabalhos publicados em livros e revistas do país e do exterior, com contribuições significativas áreas: botânica, taxonomia e biologia da flor do gênero Coffea; conhecimento sobre a genética e a citogenética das diferentes espécies de Coffea; e melhoramento do cafeeiro. Criou os cultivares Novo Mundo, Catuí, Icatu e Acaiá. É autor dos verbetes cafeeiro, erva-mate e babaçu na Enciclopédia Mirador Internacional. Em 1953 iniciou programa de seleção de linhagens resistentes à ferrugem, doença frequente nos cafezais da áfrica, que chegou ao Brasil em 1970 e que não se alastrou graças às variedades que selecionara. A quase totalidade dos cultivares de cafeeiro com interesse econômico atualmente plantados no país provém de linhagens melhoradas por ele. Fez viagens de estudos a vários países da América Latina e à Inglaterra, França e Suíça; tem participado de congressos e reuniões científicas no Brasil e no exterior desde 1938. Pertence a várias sociedades científicas, nacionais e internacionais. Foi membro, por diversas vezes, do Conselho Editorial das revistas Bragantia, Ciência e Cultura e Pesquisa Agropecuária Brasileira. É Doutor Honoris Causa pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.